Thursday, September 25, 2014

Métricas, benchmarks e conversion rates... e a King.

Entender as métricas (quais são, o que significam, etc...) e os benchmarks (quanto é uma taxa de conversão boa, qual o custo de aquisição de usuários no Brasil, etc...) é parte essencial do negócio de vender jogos freemium...

No entanto, existe uma confusão grande com relação a esses números. Nesse artigo aqui do GamesBrief, parte dessa confusão é discutida... E a conclusão é que é confuso mesmo e muito complicado de saber quais indicadores cada empresa usa por que a taxa de conversão, por exemplo, pra o Team Fortress não é a mesma que a galera do Candy Crush usa... Olha aqui!


Mas, apesar da confusão, uma coisa passou batido na análise da Gamesbrief... Um detalhe nesse gráfico abaixo:

Q1-14, a king tinha mais usuários que em Q2-14. Ou seja, perdeu usuários. Na verdade, pior que isso, a conversion rate era 3.4 e passou pra 3.0. Ou seja, dos usuários que perdeu, maior parte era pagante. Pra onde foi essa galera? Pelo nosso último post, não foi pra Supercell. Ou foi? Kardashian?

Saturday, May 17, 2014

Hay Day X Boom Beach


O thinkgaming.com é uma das ferramentas mais interessantes para quem trabalha com mobile games. Além de mostrar o ranking dos jogos de maior receita no iOS nos Estados Unidos, o site mostra também uma estimativa de quanto cada um desses jogos gerou em dólares diariamente.

Eu acesso o site todos os dias e desde o lançamento do jogo Boom Beach, da Supercell, tenho notado que as posições de outro jogo da Supercell, o Hay Day, vem caindo. A queda, apesar de pequena em termos de ranking é significativa em termos de receita já que a quantidade de dólares gerados tá bem perto de uma função exponencial do ranking.

Com a ajuda de outra ferramenta de analytics de loja, a appannie, resgatei a posição no ranking do Hay Day das duas semanas anteriores ao Boom Beach atingir o Top 10 no dia 29 de março de 2014. As posições eram as seguintes:


  • 15/03 - 5
  • 16/03 - 5
  • 17/03 - 7
  • 18/03 - 8
  • 19/03 - 6
  • 20/03 - 6
  • 21/03 - 7
  • 22/03 - 7
  • 23/03 - 8
  • 24/03 - 7
  • 25/03 - 7
  • 26/03 - 5
  • 27/03 - 6
  • 28/03 - 7
  • 29/03 - 7
Fazendo uma média, o ranking do Hayday na semana seria 6.5333... Na semana seguinte ao 29/03, temos os seguintes números dos dois jogos (Boom Beach primeiro). Esse ranking significa uma receita na casa dos $200.000 de acordo com o Thinkgaming.
  • 29/03 - 9 e 7
  • 30/03 - 5 e 6
  • 31/03 - 6 e 7
  • 01/04 - 7 e 10
  • 02/04 - 7 e 9
  • 03/04 - 8 e 9
  • 04/04 - 8 e 9
  • 05/04 - 8 e 7
Em média, o Hay day sobe para o ranking 8 (dois acima) e o Boom Beach estréia no ranking 7,25.
As duas apps juntas, nesse ranking, geram uma receita por volta de $270.000 (incremento de apenas 35% em relação ao mercado com somente o Hay Day)


Nas últimas semanas, após o Boom Beach se estabelecer no ranking, os números foram os seguinte (dos dois jogos com o Boom Beach sendo o primeiro número)

  • 02/05 - 6 e 10
  • 03/05 - 6 e 10
  • 04/05 - 6 e 11
  • 05/05 - 8 e 11
  • 06/05 - 6 e 10
  • 07/05 - 6 e 10
  • 08/05 - 6 e 10
  • 09/05 - 8 e 7
  • 10/05 - 9 e 7
  • 11/05 - 9 e 8
  • 12/05 - 7 e 8
  • 13/05 - 7 e 9
  • 14/05 - 8 e 9
  • 15/05 - 7 e 9
A posição média é, respectivamente, 7.07 para o Boom Beach (estável com relação a semana do dia 29/03) e 9.28 para o Hay Day (ainda mais alto que na semana do dia 29/03).

Agora, uma receita em média de $240.000 (incremento ainda menor, de 20%)

Achei interessante fazer essa análise por que acredito que, apesar de serem dois jogos de bastante sucesso sempre entre as 10 maiores franquias mobile nos EUA, acredito que o Boom Beach tenha canibalizado um pouco o Hay Day pois o incremento real de receita é de apenas 20% (talvez um pouco mais ou menos de acordo com os erros de estimativa do thinkgaming).

Monday, February 24, 2014

Visions...

Muitas coisas são tão óbvias quando ditas mas simplesmente difíceis na execução... Esse vídeo é isso :D




"I am sure that you can make some demos, may be a small commercial app that demonstrate those things. The hardest thing is how that does fit into a cohesive larger vision that is gonna allow you to sell 8, 10 bi dollars a product a year.
And one of the things I've always find is that you've gotta start with the customer experience and work backwards to the technology. You can't start with the technology and then try to figure out how you gonna sell it.
...
What INCREDIBLE benefits can we get to the customer? Where can we take the customers? And not start with engineers and figure out what technology we have and then how we gonna market that."

Thursday, February 13, 2014

Investimento em games... Natural Motion, Zynga e Benchmark



Faz tempo que não escrevo mas a venda da Natural Motion para Zynga por pouco mais de meio bilhão de dólares chamou muito a atenção e vale a pena o comentário.

A Natural Motion tem um CEO expecional na minha humilde opinião. Torsten Reil, CEO da Natural Motion (@torstenreil), é daqueles caras que fala muito bem e descreve o sonho. No entanto, ele é dos caras que também executam o sonho.  A Natural Motion faz produtos de altíssima qualidade e extremamente rentáveis. Fugindo do lugar comum de jogos midcore e sagas da vida colocou CSR Racing e Clumsy Ninja nos mais altos lugares do rankings de receita das lojas de apps. Vale a pena ler o que o cara fala, seguir ele no twitter e entender melhor o por que do sucesso da Natural Motion.



A Benchmark é uma empresa de investimento inglesa que investiu não só na Natural Motion como também na Riot (do League of Legends
), Jamdat e Gaikai (do streaming de games). São USD$ 2 bilhões de saída. Baita Track Record! E tá em busca de mais...

E por fim, temos a Zynga. Esse artigo resume a questão toda. Reil chega na Zynga para salvar a Zynga dela mesma. A Zynga criou uma cultura de analitics first que é, ao mesmo tempo, o motivo de seu fracasso e seu sucesso. A empresa precisa dessa oxigenação pra sair da mesmice e tentar novas coisas e não poderia achar parceiro melhor que Reil e sua equipe. Muito curioso no que vai dar, boa sorte a todos!